Jundiaí, Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019

REUNIÃO DA DIRETORIA


Diretoria da UNI Terreiros se reúne para definir maior atuação

Por Édi Gomes

O presidente da UNI Terreiros – União das Comunidades de Terreiros de Jundiaí e Região, Gihad Abbas, convocou apenas os diretores para uma reunião extraordinária, na noite desta quarta-feira, 23 de janeiro. O intuito mais importante, segundo ele, foi ver o que não deu certo em 2018 para depois pensar em 2019. “Nos últimos meses a participação dos diretores diminui nas reuniões. Quero entender o que não está bom? O que está faltando?”, questionou Gihad. 
 
Ele frisou a importância desta união dos diretores no auxílio às comunidades de Matriz Afro, a exemplo do que aconteceu no Templo de Culto à Ògùn e Iemojá, vítima de intolerância religiosa, no sábado, 19 de janeiro. “Entrei em contato com o Pai Beto D´Ògùn para colocar a UNI Terreiros a disposição. Estamos vigilantes nestes casos, porém precisamos que os diretores participem mais”, disse.
 
Visita
 
O vereador Paulo Sergio Martins (PPS), que praticamente deu o ponta pé inicial para a formação da UNI Terreiros, participou da reunião levantou uma outra questão que merece a atenção de toda comunidade de terreiros. “Este ano um novo panorama político se formou. Em 2019 é importante a UNI Terreiros se fortalecer e marcar presença em eventos e atividades para defender a religião e minorias. Afinal, aceitamos todos em nossa Fé”, completou.
 
Reuniões
 
A partir de agora a UNI Terreiros terá uma nova dinâmica de reuniões. A cada dois meses acontece o encontro de diretores e mensalmente de todos os sócios. No dia 14 de fevereiro, O Pai Roberto, do Templo de Umbanda Pai Oxalá e Baiano 7 Porteiras, aguarda os associados para a reunião mensal. A Casa fica na avenida Capitão Francisco Copelli, 1205, Jundiaí Mirim.