Jundiaí, Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019

Vereador pastor fará retratação para Fiéis das religiões de matriz afro


O ato intolerante aconteceu no dia 14 de novembro, durante sessão solene na Câmara Municipal na comemoração dos 109 anos da Umbanda.

Um caso de intolerância religiosa na Câmara Municipal de Jundiaí trará no dia 10 de julho, o pedido de desculpas do autor. O vereador Roberto Conde (PRB), também pastor do segmento evangélico, acatando decisão da justiça, irá se retratar publicamente durante a sessão da Casa de Leis.
 
Como foi registrado pelos meios de comunicação, no dia 14 de novembro, durante sessão da Câmara, umbandistas, candomblecistas e simpatizantes destas religiões de matriz afro, comemoravam os 109 anos de fundação da Umbanda (15 de novembro). A iniciativa foi do vereador Paulo Sergio Martins (PPS), adepto do culto.
 
Logo após o término, às 19h42, Roberto Conde postou fotos dos Pais e Mães de Santo com seus filhos com a seguinte legenda: “Povo de Deus vamos orar por Jundiaí, agora mesmo na câmara municipal de Jundiaí, vários Pais e mães de Santo. Pr Roberto Conde”, copiado na íntegra com os equívocos gramaticais praticados pelo vereador Roberto Conde. Apesar de apagar a postagem o conteúdo foi salvo e causou indignação tanto das religiões afro, quanto de outras doutrinas.
 
Denúncia
 
No dia 12 de dezembro, os advogados Gihad Abbas, Gustavo Castiglioni Toldo, e Eginaldo Honório, representando a UNI Terreiros - União das Comunidades de Terreiros de Jundiaí e Região, protocolaram na Câmara Municipal de Jundiaí, uma representação contra o vereador.
“Entramos com a representação, pois em nosso entendimento houve quebra de decoro parlamentar e prática de ato de intolerância religiosa”, comentou Gihad Abbas, presidente da UNI Terreiros.
 
A sessão de pedidos de desculpas está marcada par ao dia 10 de julho, próxima terça-feira, às 18 horas. Todos os adeptos da Umbanda e Candomblé, além dos simpatizantes estão convidados para participar deste momento histórico de reconhecimento da força das religiões de matriz afro. A Câmara Municipal de Jundiaí fica na rua Barão de Jundiaí, 128 – Centro. Caso ocorra jogo da Copa, com partida da Seleção Brasileira, a sessão será transferida para o dia 12 de julho, quinta-feira.


No dia 14 de novembro, fiéis da Umbanda e Candomblé participaram da sessão solene da Câmara Municipal e foram alvo de intolerãncia.
 


No dia 14 de dezembro, advogados da UNI Terreiros protocolaram representação sobre a intolerância do vereador Conde.
 


Em sua postagem, Roberto Conde expõem da maneira jocosa a presença de fiéis das religiões de matriz afro na Câmara.